PSL confirma suspensão de 14 deputados aliados a Bolsonaro

Principal nome entre os parlamentares punidos é o de Eduardo Bolsonaro

Pleno.News - 03/12/2019 15h01

Deputado Eduardo Bolsonaro foi um dos punidos pelo PSL Foto: Fotos Públicas/Lula Marques

A Executiva Nacional do Partido Social Liberal (PSL) confirmou nesta terça-feira (3) a suspensão de 14 deputados federais da legenda aliados ao presidente Jair Bolsonaro com períodos que vão de 3 meses a 1 ano. O principal punido foi o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), com 12 meses de suspensão. A informação foi divulgada pelo deputado Filipe Barros (PR). Ainda cabe recurso aos deputados punidos.

Os parlamentares suspensos são acusados de integrar movimentos que ferem as regras da legenda, segundo informações do grupo ligado ao presidente da legenda, Luciano Bivar (PE).

A deputada federal Alê Silva (MG) afirmou que o grupo não foi julgado de forma justa e que as defesas dos parlamentares questionarão as punições determinadas.

– Todas as pessoas colocadas lá são ligadas ao Bivar – criticou.

Com as punições, os parlamentares ligados ao presidente Jair Bolsonaro devem perder os cargos que são prerrogativas do partido, como os de comissões. O deputado Eduardo Bolsonaro, por exemplo, deve ser retirado da liderança do partido na Câmara, mas deve manter a presidência da Comissão de Relações Exteriores, por ter sido eleito para o cargo pelos demais deputados.

Confira a lista de punições:

Bibo Nunes (PSL-RS): 12 meses

Alê Silva (PSL-MG): 12 meses

Bia Kicis (PSL-DF): 6 meses

Carla Zambelli (PSL-SP): 6 meses

Carlos Jordy (PSL-RJ): 7 meses

Daniel Silveira (PSL-RJ): 12 meses

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP): 12 meses

General Elieser Girão (PSL-RN): 3 meses

Filipe Barros (PSL-PR): 6 meses

Junio Amaral (PSL-MG): 3 meses

Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP): 3 meses

Marcio Labre (PSL-RJ): 6 meses

Sanderson (PSL-RS): 10 meses

Major Vitor Hugo (PSL-GO): 7 meses

Aline Sleutjes (PSL-PR): advertência

Chris Tonietto (PSL-SC): advertência

Hélio Lopes (PSL-RJ): advertência

Coronel Armando (PSL-SC): advertência


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo