PSL aciona Conselho de Ética contra Glauber Braga, do PSOL

Parlamentar se referiu ao ministro da Justiça, Sergio Moro, como "juiz ladrão"

Pleno.News - 11/07/2019 17h27

Deputado Glauber Braga Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O PSL entrou com um representação no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados contra Glauber Braga (PSOL-RJ). A medida ocorre porque o parlamentar se referiu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, como “juiz ladrão”. A informação foi dada pelo site O Antagonista.

A ofensa aconteceu durante audiência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no dia 2. Moro estava no local para falar de supostos diálogos vazados quando foi ofendido pelo parlamentar do PSOL. A confusão acabou encerrando a sessão.

O documento é assinado pelo presidente do PSL, Luciano Bivar, e pede que seja analisa uma quebra de decoro parlamentar por parte de Glauber.

As conversas foram reveladas inicialmente pelo site The Intercept Brasil e trazem Moro discutido casos, como o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com o procurador Deltan Dallagnol.

Na audiência, o deputado do PSOL disse que “a história não absolverá” Moro e que ele será recordado como “o juiz que se corrompeu, como um juiz ladrão”.

A representação pode ser vista aqui.

LEIA TAMBÉM+ Calheiros parabeniza Glenn por "combate à corrupção"
+ Glenn diz que não irá entregar vazamentos às autoridades


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo