Leia também:
X Zema sobre DF: Governo Lula fez vista grossa para ser vítima

Provocado, Greenwald aceita debater “Moraes” com colunista

Chamado de "bolsonarista" por Rocha Celso de Barros, o jornalista criticou atuação do Judiciário

Marcos Melo - 16/01/2023 15h14 | atualizado em 16/01/2023 15h50

Glenn Greenwald Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Neste último sábado (14), o jornalista Glenn Greenwald topou o debate proposto por Rocha Celso de Barros, colunista da Folha de S.Paulo, para abordar as famigeradas decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Barros resolveu desafiar Greenwald após este publicar, em seu Twitter, que o Brasil vive uma repressão das liberdades e adjetivar como autoritário o comportamento de Moraes. Após essas colocações, Barros classificou o jornalista norte-americano como “bolsonarista”.

Greenwald argumentou que não acha excessiva a preocupação com a atuação do Judiciário e que a falta do devido processo legal e a politização do Judiciário não são valores bolsonaristas.

Após o embate, Greenwald indicou 17 de janeiro como a data para o próximo debate e solicitou ao colunista da Folha, que é sociólogo, que defina os detalhes da conversa e o avise. Já se tem a informação de que o debate será ao vivo.

Leia também1 Glenn Greenwald critica censura de Moraes e defende Nikolas
2 Glenn rebate Chico Pinheiro: "Incrível ler esta acusação"
3 Greenwald alerta para o poder que Moraes exerce no Brasil
4 Greenwald expõe autoritarismo de Alexandre de Moraes
5 Para Glenn, STF e Moraes são 'autoritários' e abusam do poder

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.