Leia também:
X Malafaia: “Ação é tentativa de denegrir minha imagem”

Promotor comenta desastre ambiental em MG

"O Brasil não aprende com as lições da história", afirmou

Ana Luiza Menezes - 25/01/2019 19h16 | atualizado em 26/01/2019 15h30

Em entrevista ao jornal Estado de Minas, o promotor Guilherme de Sá Meneghin lamentou o registro do desastre ambiental em Brumadinho. Ele atuou no desastre de Mariana, também em Minas Gerais, em 2015.

– O que a gente percebe claramente é que o Brasil não aprende com as lições da história – declarou.

Meneghin apontou como problema a impunidade experimentada pelas empresas responsáveis por esse tipo de tragédia. Segundo ele, outro fator negativo é o descaso com as vítimas.

– O que foi feito? Absolutamente nada. Não tem uma lei proibindo esse tipo de barragem, exigindo mais segurança para as barragens, o nosso licenciamento ambiental continua precário. E no outro lado, quando esses crimes acontecem, a responsabilização das empresas e dos responsáveis é muito difícil – comentou.

O promotor Guilherme Meneghin Foto: Reprodução

Ele esclareceu que as famílias, que sofreram com o mesmo problema há três anos, não estão desamparadas. Entretanto, nem todas as solicitações da promotoria foi concedida pela Justiça Federal.

Guilherme defende que a legislação brasileira deveria trazer garantias a serem aplicadas para vítimas de crimes ambientais. Em concordância com essa linha de pensamento, o especialista de gerenciamento de risco Gustavo Cunha Melo afirmou, ao Globo News, que é necessário punir criminalmente os donos das empresas, pois assim terão mais cuidado para evitar acidentes e minimizar riscos.

Leia também1 Bolsonaro diz que acidente poderia ter sido evitado
2 Barragem em MG: Bombeiros falam em 200 desaparecidos
3 MG: Acidente em Brumadinho gera comoção na internet

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.