Leia também:
X Nunes Marques envia para a PGR pedido para a PF investigar Lula

Processo contra Arthur Lira está parado no STF há 2 anos

Toffoli pediu vistas ao processo em dezembro de 2019 e desde então, ele não entrou mais em pauta

Leiliane Lopes - 07/12/2022 14h53 | atualizado em 07/12/2022 15h13

Arthur Lira Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados

A denúncia de corrupção contra o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), está há dois anos paralisada no Supremo Tribunal Federal (STF) após o ministro Dias Toffoli pedir vistas.

Em 2012, o ex-assessor parlamentar Jaymerson José Gomes de Amorim foi pego com R$ 106,4 mil em dinheiro. A suspeita é que o dinheiro seja fruto de propina envolvendo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), estatal vinculada ao Ministério das Cidades que na época era controlada pelo PP.

Já em 8 de outubro de 2019, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu a denúncia apresentada no Inquérito (INQ) 3515 contra Lira, em dezembro daquele ano. Porém, Toffoli pediu vistas ao processo e desde então ele está engavetado.

Se depender dos ministros da Primeira Turma, o presidente da Câmara pode virar réu no processo. Para isso, a maioria – de cinco integrantes – deve rejeitar os embargos de declaração que foram apresentados pela defesa.

Leia também1 Nunes Marques envia para a PGR pedido para a PF investigar Lula
2 PL: Marinho é escolhido para enfrentar Pacheco no Senado
3 Mercadante descarta aumento em 1º momento a servidores
4 Congresso pede que STF rejeite ações sobre emendas de relator
5 Tarcísio afirma que Guedes não chefiará pasta da Fazenda em SP

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.