Leia também:
X Bolsonaro quer partido em que escolha candidatos para SP e RJ

Presidentes de partidos sobre atos de domingo: ‘Nada muda’

Líderes da oposição garantem que a PEC do voto auditável será barrada

Monique Mello - 02/08/2021 11h38 | atualizado em 02/08/2021 13h02

Voto impresso auditável toma as ruas do Brasil Foto: Reprodução

Os presidentes de partidos que se uniram contra a proposta do voto impresso auditável, que tramita na Câmara dos Deputados, afirmaram que as manifestações deste domingo (1º), em defesa da medida, não não tiveram resultado, ou seja, não farão com que a PEC avance.

– Efeito zero. Não muda nada. Estamos seguros de que o voto impresso não é necessário. Confiança total nas urnas eletrônicas – disse Paulinho da Força, do Solidariedade, à Folha de S.Paulo.

– No PSD, continuamos firmes contra – endossou Gilberto Kassab também à Folha.

As manifestações em prol do voto impresso auditável foram registradas em ao menos 25 capitais.

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 135/2019, apresentada pela deputada Bia Kicis (PSL-DF), tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro. Os partidos PSDB, MDB, PP, DEM, Solidariedade, PL, PSL, Cidadania, Republicanos, PSD e Avante se uniram para derrubar a PEC já na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Para barrar o projeto são necessários 18 votos, e os presidentes das siglas garantem 22 votos na CCJ atualmente.

Leia também1 Bolsonaro fala a manifestantes em SP: "Parabenizo a todos"
2 "Ato verde e amarelo", declara Damares em manifestação
3 Jair Bolsonaro dispara contra Barroso: “Se acha o máximo”
4 Jair Bolsonaro tem até hoje para apresentar provas de fraude
5 STF pede que Bolsonaro explique bloqueio a jornalistas no Twitter

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.