Leia também:
X “Pedófilos precisam de punições mais rigorosas”, diz sargento

Presidente da CCJ, Kicis diz que ‘Bia radical’ nunca existiu

Deputada se defendeu das críticas, alegando que "quando se é combativo pela esquerda, você é democrata. Quando é pela direita, você é extremista"

Pierre Borges - 12/03/2021 12h47 | atualizado em 12/03/2021 13h14

Deputada Bia Kicis, nova presidente da CCJ Foto: Reprodução

Dois dias após ser eleita presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados, Bia Kicis afirmou que é uma pessoa de diálogo e que a “Bia radical” nunca existiu.

Em entrevista ao Correio Braziliense, a deputada federal alegou que há dois pesos e duas medidas quando se costuma falar de defensores da esquerda e da direita. Ela também afirmou que a imagem que se transparece é diferente daquilo que realmente é.

– Quando se é combativo pela esquerda, você é aguerrido, luta pelos seus ideais, é democrata. Quando é pela direita, você é extremista, extrema direita radical. Me chama de radical extremista quem não me conhece. Quem me conhece sabe que sou uma pessoa do diálogo. A imagem que a gente deixa transparecer, muitas vezes, não é aquilo que a gente é – afirma a deputada.

Ela também disse que percebeu a importância do diálogo, “porque, no Parlamento, você não faz nada sozinho”, além de ter comentado sobre como será a sua postura ocupando a cadeira.

– Há deputados que estão me procurando para que eu paute projetos de combate ao ativismo no Judiciário. Não adianta querer levar a CCJ aos trancos e barrancos, com imposição de pauta, com imposição de ideologia. Não vai funcionar dessa forma – declara.

Aliada de Bolsonaro, ela defendeu o presidente no combate à pandemia e afirmou que ele sempre quis salvar vidas e empregos porque, quando se salva empregos, também [se] salva vidas.

– O presidente tem investido uma fortuna do governo federal para os estados e municípios e temos gestores que desviam esse dinheiro. Pagar conta de servidor é culpa do presidente? – questiona Bia Kicis.

Leia também1 Gilmar derruba indenização de R$ 40 mil que Jean pagaria a Bia Kicis
2 Bia Kicis é eleita para comando da CCJ da Câmara com 41 votos
3 "Pedófilos precisam de punições mais rigorosas", diz sargento
4 Covas segue Doria e suspende aulas em escolas municipais
5 Chamado de terraplanista por Lula, Bolsonaro mostra globo terrestre

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.