Leia também:
X #CNNLixo viraliza após repórter chamar desfile de ‘assustador’

Pré-candidato Ciro Gomes pede à PGR interdição de Bolsonaro

Outro pedido semelhante foi feito pelo PDT em março

Pierre Borges - 10/08/2021 13h01 | atualizado em 14/10/2021 15h27

Ciro Gomes
Ciro Gomes Foto: Câmara dos Deputados/Claudio Andrade

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) entrou com uma nova ação junto à Procuradoria-Geral da República (PGR) para tentar interditar o presidente Jair Bolsonaro. O partido alega que Bolsonaro tem feito “novos acenos” ao autoritarismo. A ação é representada pelo pré-candidato à Presidência Ciro Gomes e pelo líder nacional do partido, Carlos Lupi.

O anúncio foi feio nesta terça-feira (10) no Twitter oficial da sigla, em uma mensagem com a frase “não aceitaremos qualquer ameaça à democracia”, seguida por emojis.

A ação vem na esteira do desfile de tanques que ocorreu nesta manhã em Brasília, com a participação de Bolsonaro. O evento gerou polêmica por ocorrer no mesmo dia da votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que define se haverá ou não voto impresso auditável nas eleições de 2022. A Marinha, porém, negou que as duas coisas tenham qualquer relação e informou que o desfile foi marcado antes da definição da agenda para a votação da PEC.

Este já é o segundo pedido de interdição de Bolsonaro protocolado pelo PDT. O primeiro foi feito em março deste ano. Na época, o argumento utilizado foi o de que a medida era necessária para “frear a conduta genocida” atribuída ao presidente durante a pandemia.

Ciro Gomes, representante do pedido, disse acreditar que irá disputar o segundo turno das eleições de 2022 contra o ex-presidente Lula e tem se divulgado como uma terceira via eleitoral.

Leia também1 #CNNLixo viraliza após repórter chamar desfile de 'assustador'
2 Líder de pesquisa da CoronaVac se demite do Instituto Butantan
3 Xuxa abre outra ação criminal contra Sikêra Jr. por difamação
4 Messi desembarca na França e deve assinar com o PSG nesta 3ª
5 Aziz critica Jair Bolsonaro após desfile: “Ameaça de um fraco”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.