Leia também:
X Esposa de Moro é defensora da Agenda 2030 da ONU

“Povo armado jamais será subjugado”, afirma Bolsonaro

Presidente falou sobre a necessidade do armamento para o cidadão comum

Paulo Moura - 28/04/2020 13h50 | atualizado em 28/04/2020 13h52

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Folhapress/Pedro Ladeira

Na saída do Palácio da Alvorada nesta terça-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a importância da liberação do porte e posse de armamento entre os cidadãos comuns.

Ao encontrar um dos apoiadores, que se disse integrante de um clube de tiro, o chefe do Executivo declarou que já atuou na facilitação do trabalho dos clubes, mas que ainda tenta convencer o Parlamento em outros pontos relacionados ao uso de armas.

– Nós ampliamos a portaria do clube de tiro, hoje não temos a maioria no Congresso para facilitar o posse e o porte da arma de fogo, como eu sempre digo povo armado é povo que jamais será subjugado – declarou.

A frase, relembrada pelo presidente nesta terça, já foi utilizada por ele em outras ocasiões, inclusive em discursos oficiais, como na cerimônia de visita ao projeto de irrigação dos Tabuleiros Litorâneos do Piauí, na cidade de Parnaíba (PI), em agosto de 2019.

Leia também1 Esposa de Moro é defensora da Agenda 2030 da ONU
2 Lacombe defende Bolsonaro e é ovacionado na internet
3 André Mendonça: "Conto com o apoio do povo brasileiro"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.