Leia também:
X Renan Calheiros e Arthur Lira trocam ataques nas redes sociais

“Politicamente inábil”, diz Temer sobre o perdão a Daniel Silveira

Ex-presidente afirmou que presidente Jair Bolsonaro deveria ter adotado a medida após "o trânsito em julgado"

Pleno.News - 29/04/2022 21h04 | atualizado em 29/04/2022 21h39

Ex-presidente Michel Temer e o presidente Jair Bolsonaro Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

O ex-presidente Michel Temer classificou como “politicamente inábil” a decisão do presidente Jair Bolsonaro de dar perdão ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) para livrá-lo de pena imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A jornalistas em São Paulo, Temer afirmou que Bolsonaro olhou para sua base política ao avançar na decisão.

– Ele tem competência constitucional para isso. Apenas eu acho que foi politicamente inábil praticar o ato antes do trânsito em julgado – disse Temer.

E continuou.

– Ele poderia ter deixado para exercer [sua competência] depois do trânsito em julgado – afirmou.

O ex-presidente chegou a sugerir a Bolsonaro que revogasse o ato para distensionar a relação com o Supremo Tribunal Federal, mas Bolsonaro negou.

– Tanto não é bom [para harmonia entre os Poderes] que tomei a liberdade de sugerir que ele revogasse, naquele momento – afirmou Temer.

Segundo ele, entre a possível revogação do perdão e o trânsito em julgado da condenação do Supremo haveria tempo para diálogo entre os Poderes.

A avaliação do ex-presidente, que já atuou antes como bombeiro em uma das crises entre STF e Planalto, é de que Bolsonaro falou para a sua base eleitoral.

– Talvez o presidente tenha lançado uma mensagem para aqueles que o acompanham mais de perto, é uma mera conjectura minha – apontou.

*AE

Leia também1 Perdão de Bolsonaro a Silveira é "soberano", diz AGU ao STF
2 “Não quero peitar o Supremo”, afirma Bolsonaro sobre indulto
3 Moraes: "Liberdade de expressão não é liberdade de agressão"
4 André Mendonça discute caso Silveira com bancada evangélica
5 Bolsonaro defende Mendonça após condenação de Silveira

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.