Leia também:
X Cantor evangélico é morto no Jacarezinho (RJ)

PM nega que tenha intimidado militantes do PSOL

Mulheres ligadas ao partido se reuniram na capital paulista

Rafael Ramos - 03/08/2019 18h14

Mulheres do PSOL acusam PM de intimidação Foto: Reprodução

A Polícia Militar de São Paulo se pronunciou após apoiadores do PSOL acusarem membros da corporação de invadir o evento com mulheres do partido. A reunião aconteceu, neste sábado (3), na região central da capital paulista.

Em nota, a PM declarou que a abordagem era para saber se haveria algum ato democrático que pudesse tomar as vias públicas. Os policiais afirmaram que deixaram o local após serem informados de que era uma reunião interna.

Entretanto, a tesoureira e membro da executiva nacional do PSOL, Mariana Riscali, conta outra versão dos fatos. Ela disse que a PM entrou no local pedindo documentos para monitorar os presentes.

Mariana ainda acusou o governador João Doria e o presidente Jair Bolsonaro de tentarem impedir o direito de manifestação. Ela avisou que irá entrar com as medidas jurídicas cabíveis contra “esse procedimento autoritário contra as mulheres do PSOL”.

Leia também1 Damares esclarece polêmica com declaração sobre Marajó
2 Dodge defende suspensão de inquérito sobre ofensas ao STF
3 STF suspende audiências de operação contra Beto Richa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.