Leia também:
X Pesquisadores encontram 1° ninho de dinossauros no Brasil

PL de Fake News: Tereza Cristina vota sim e se explica no Twitter

Ex-ministra e agora deputada federal votou a favor de requerimento de urgência, mas afirmou que é contra o projeto de lei

Paulo Moura - 07/04/2022 13h57 | atualizado em 07/04/2022 15h02

Ministra da Agricultura, Tereza Cristina Foto: Agência Senado/Marcos Oliveira

Após ser questionada nas redes sociais por ter votado a favor do requerimento de urgência do projeto de lei das Fake News (PL 2630/20), a ex-ministra e agora deputada federal Tereza Cristina (PP-MS) se posicionou na manhã desta quinta-feira (7) sobre o assunto. Pelo Twitter, a parlamentar disse ser contra a proposição.

– Bom dia! Sempre defendi a liberdade de expressão. E não há dúvidas que sou extremamente contra a censura! Quanto ao mérito, meu voto é não ao PL 2630 – escreveu.

Publicação de Tereza Cristina sobre a PL das Fake News Foto: Reprodução/Twitter

Na noite de quarta-feira (6), a Câmara dos Deputados rejeitou o requerimento de urgência que aceleraria a tramitação do projeto de lei. Na ocasião, 249 parlamentares votaram a favor do pedido e 207 contra. A votação foi considerada apertada, já que o número necessário para aprovação do requerimento era de 257 deputados, apenas oito a mais do que o obtido.

O atual texto do projeto encara forte oposição de usuários de redes sociais. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro apontam que o texto tem a intenção de promover o controle de conteúdos no país. A proposta também é criticada por empresas de internet, como o Google, que tem feito campanha elencando diversos prejuízos que seriam criados com a aprovação da proposta.

Leia também1 Carla Zambelli envia notícia-crime ao STF contra Lula
2 Lula anuncia que vai se casar com Rosângela da Silva em maio
3 PF apura ataque hacker a portal gerenciado pelo STF
4 Após sair da CNN Brasil, Carla Vilhena assina com o SBT
5 CPI do MEC no Senado já tem assinaturas de 25 senadores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.