Leia também:
X Bolsonaro parabeniza Malafaia em culto: “Meu conselheiro”

Piso da enfermagem: Bolsonaro critica mais uma interferência do STF

Corte formou maioria para manter a suspensão do piso

Henrique Gimenes - 15/09/2022 21h43 | atualizado em 16/09/2022 11h52

Presidente da República, Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

Nesta quinta-feira (15), durante sua tradicional live pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que manteve a suspensão do piso da enfermagem. Para o presidente, que disputa a reeleição, a medida foi “mais uma interferência” da Corte.

Mais cedo, o STF formou maioria pela suspensão do piso da enfermagem, mantendo decisão do ministro Luís Roberto Barroso. A suspensão será mantida até que sejam feitos cálculos e comprovações de fontes de recursos para gastos extras para o pagamento do novos valores, que ficam em R$ 4.750.

Ao comentar a situação, Bolsonaro disse que os profissionais de saúde foram prejudicados.

– É uma interferência, mais uma interferência do Supremo Tribunal Federal no dia a dia, não tem nada a ver com constitucionalidade essa questão. Mais uma vez o Supremo interfere, prejudicando em torno de 2 milhões de profissionais de saúde – apontou.

O julgamento virtual segue até esta sexta (16).

Leia também1 STF forma maioria para suspender piso da enfermagem
2 Piso da enfermagem: Pacheco apresentará "soluções possíveis"
3 STF vota 5 a 3 pela suspensão da lei do piso para enfermagem
4 STF diz que Barroso atua para viabilizar o piso da enfermagem
5 CNM: Piso da enfermagem pode gerar custos de R$ 9,4 bi por ano

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.