Leia também:
X PGR se diz a favor de prisão domiciliar para Jefferson

PGR pede a Fachin que anule indiciamento de Renan pela PF

Órgão também quer investigar o delegado responsável pelo indiciamento seja investigado

Henrique Gimenes - 27/08/2021 20h33

Senador Renan Calheiros Foto: Agência Brasil/Antonio Cruz

Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao ministro Edson Fachin que anule o indiciamento feito pela Polícia Federal (PF) contra o senador Renan Calheiros (MDB-AL). O órgão informou que a PF não pode indiciar autoridades com foro privilegiado.

No pedido feito ao Supremo, a PGR pediu ainda que Vinicius Venturini, delegado responsável por indiciar o senador, seja investigado por suspeita do crime de abuso de autoridade.

Renan Calheiros, relator da CPI da Pandemia, foi indiciado pela PF em julho pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. As investigações da corporação indicam que o senador teria pedido e recebido R$ 1 milhão em propina da Odebrecht em 2012.

Segundo os investigadores, o valor teria sido pago em troca de o senador atuar pela aprovação de uma resolução que restringia incentivos fiscais a produtos importados que vinham sendo concedidos pelos estados com o objetivo de beneficiar a companhia Braskem.

Leia também1 Toffoli suspende pedido da CPI para acessar dados de Wassef
2 CPI da Covid recorre ao STF pela convocação de governadores
3 "Decisão patriótica", diz Renan sobre rejeição do impeachment de Moraes
4 Na CPI, Renan ameaça mais um depoente com prisão
5 Alexandre de Moraes diz que STF entrou no modo “bateu, levou”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.