Leia também:
X Lula pede à equipe para trocar palavra ‘gasto’ por ‘investimento’

PGR é contra, mas Moraes manda prender os 11 suspeitos

Relator do caso, Moraes ignorou posição da PGR e mandou prender acusados de vandalismo no DF

Marcos Melo - 07/01/2023 14h58 | atualizado em 09/01/2023 13h48

Procurador-geral da República Augusto Aras Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República se posicionou contra a prisão preventiva dos 11 suspeitos de praticarem atos de depredação pública e privada em Brasília, no dia 12 de dezembro, em razão da prisão do índio Serere Xavante.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, é o relator do processo e optou por converter as prisões temporárias em preventivas, nas quais o prazo é indeterminado. A conversão do tipo de prisão ocorreu nesta sexta-feira (6).

Dos 11 suspeitos, quatro já foram detidos. Dentre os considerados foragidos estão: Alan Diego dos Santos, Helielton dos Santos, Ricardo Aoyama, Silvana Luizinha da Silva, Walace Batista da Silva, Wellington Macedo e Wenia Morais Silva.

Leia também1 Falso mandado de prisão contra Moraes pede para fazer o "L"
2 Moraes pede prisão de 11 pessoas por atos violentos em Brasília
3 Entrosados, Rodrigo Pacheco elogia Lula e ressalta experiência
4 Advogados pedem impeachment de Moraes no Senado; saiba mais
5 Moraes cancela passaporte e bloqueia contas de Figueiredo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.