Leia também:
X TJ veta lei que punia cidadãos de Niterói que não se vacinassem

PF pede ao STF abertura de inquérito contra Dias Toffoli

Intenção é investigar supostos repasses ilegais ao ministro do Supremo por venda de decisões

Pleno.News - 11/05/2021 19h17 | atualizado em 11/05/2021 19h36

Ministro Dias Toffoli, do STF Foto: PR/Carolina Antunes

Uma notícia ruim para o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF). A Polícia Federal (PF) enviou um pedido à Corte pedindo a abertura de um inquérito contra Toffoli que tem por objetivo investigar supostos repasses ilegais ao ministro. A informação foi dada pela coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo.

O pedido de abertura de inquérito tem por base o acordo de delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. De acordo com o veículo, Cabral informou que Toffoli teria recebido R$ 4 milhões para favorecer dois prefeitos do Rio em processos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-governador afirmou que os pagamentos ocorrerem em 2014 e 2015 e tiveram como intermediário o ex-secretário de Obras do Rio de Janeiro, Hudson Braga. Toffoli foi ministro do TSE entre 2012 e 2016.

Em seu acordo, Cabral afirmou que o repasses ocorreram por meio do escritório da dvogada Roberta Rangel, esposa de Dias Toffoli. O ministro disse não ter conhecimento sobre o fato e negou ter recebido o valor.

Leia também1 'Pai da urna eletrônica' é tirado da chefia de Secretaria do TSE
2 Em fórum, ministro do STF critica excesso de judicialização
3 Jair Bolsonaro oficializa Carlos Horbach como ministro do TSE
4 Sputnik V: Anvisa tem 48h para explicar o que falta para análise
5 PDT envia ao STF mais uma notícia-crime contra Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.