Leia também:
X Moraes prorroga inquérito que apura fala de Bolsonaro em live

PF ouve presidente do PCO nesta terça-feira por críticas ao STF

Corporação investiga publicações nas redes sociais do partido

Paulo Moura - 14/06/2022 09h36 | atualizado em 14/06/2022 10h01

Rui Costa Pimenta
Rui Costa Pimenta Foto: Reprodução/YouTube/Pânico Jovem Pan

A Polícia Federal (PF) deve ouvir nesta terça-feira (14) o presidente do Partido da Causa Operária (PCO), Rui Costa Pimenta, como parte das investigações contra ele e o partido de extrema-esquerda no chamado inquérito das fake news. Na apuração, a PF investiga publicações nas redes sociais do partido com críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, a apuração da conduta do PCO tem como objetivo verificar se a estrutura partidária abastecida com dinheiro público está sendo utilizada para realizar o que o membro da Suprema Corte considera como “ataques às instituições democráticas”.

– Há relevantes indícios da utilização de dinheiro público por parte do presidente de um partido político – no caso, o PCO – para fins meramente ilícitos, quais sejam a disseminação em massa de ataques escancarados e reiterados às instituições democráticas e ao próprio Estado Democrático de Direito – declarou Moraes.

Nas publicações que viraram alvo da Suprema Corte, o partido defendeu, entre outros pontos, a dissolução do Supremo Tribunal Federal, além de chamar o ministro Alexandre de Moraes de “skinhead de toga” e o acusar de “preparar um golpe” nas eleições.

Entre os anos de 2016 e 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) repassou, em média, R$ 1,1 milhão ao partido por meio do fundo partidário, criado para arcar com os custos de manutenção das legendas. No entanto, com o fraco desempenho eleitoral em 2018, o partido deixou de ter direito ao fundo partidário. Do fundo eleitoral, o PCO recebeu R$ 1,2 milhão em 2020.

Leia também1 Moraes prorroga inquérito que apura fala de Bolsonaro em live
2 Toffoli envia denúncia contra Milton Ribeiro para 1ª instância
3 Bolsonaro diz que fez acordo com Moraes por fim de inquérito
4 Mãe chama polícia e entrega filho que matou namorada
5 Senado aprova texto-base de projeto que define "teto" do ICMS

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.