Leia também:
X Câmara realiza audiência com defensores do PL da Censura

PF marca nova data para depoimento de Anderson Torres

Oitiva havia sido adiada devido à alegação de problemas psiquiátricos do ex-ministro da Justiça

Monique Mello - 04/05/2023 17h12 | atualizado em 04/05/2023 21h21

Anderson Torres Foto: EFE/Joédson Alves

A Polícia Federal marcou para a tarde da próxima segunda-feira (8), às 14h30, o depoimento do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Anderson Torres, preso há mais de três meses por suspeita de envolvimento nos atos radicais de 8 de janeiro.

O depoimento estava marcado para a última segunda (1º), mas foi adiado a pedido da defesa de Torres, com a alegação de que o ex-ministro enfrenta depressão e chegou a falar em suicídio.

A nova data foi marcada após determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que havia pedido uma avaliação da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seape) do Distrito Federal. Quem respondeu, por sua vez, foi a Polícia Militar do Distrito Federal. De acordo com a corporação, Torres está com acompanhamento médico e tem condições de seguir preso no Batalhão de Aviação Operacional da Polícia Militar (Bavop), em Brasília.

No depoimento, Torres será ouvido “na condição de declarante, assegurado o direito ao silêncio e a garantia de não autoincriminação, se instado a responder a perguntas cujas respostas possam resultar em seu prejuízo”.

Vale lembrar que, embora tenho sido preso em decorrência dos atos de 8 de janeiro, o depoimento da próxima semana será pela suspeita de suposta interferência de Torres na Polícia Rodoviária Federal (PRF) no segundo turno das eleições de 2022.

Leia também1 Deputado visita Torres e se choca: "Falou várias vezes em suicídio"
2 Sanderson chama Moraes de abusador e critica prisão de Torres
3 Deputados assinam novo pedido de impeachment contra Lula
4 Cappelli enaltece Lula e dispara contra Bolsonaro e Torres
5 Moraes manda Torres explicar envio de senhas incorretas à PF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.