Leia também:
X Comissão Europeia cria barreira para exportação de vacinas

PF abre inquérito para investigar ministro Eduardo Pazuello

Inquérito irá apurar a atuação do ministro durante a crise em Manaus

Henrique Gimenes - 29/01/2021 16h03 | atualizado em 29/01/2021 17h24

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello Foto: MS/Tony Winston

Nesta sexta-feira (29), a Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar a atuação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na crise ocorrida em Manaus (AM). A intenção é apurar se houve algum tipo de omissão no episódio que resultou na falta de oxigênio para pacientes com Covid-19 na capital do Amazonas.

Como Pazuello possui foro privilegiado, o inquérito irá tramitar no Serviço de Inquéritos Especiais (Sinq).

O ministro da Saúde deverá prestar esclarecimentos em até cinco dias após receber a intimação.

A determinação para a abertura da investigação foi do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), após um pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras.

Ao pedir a investigação, Aras apontou uma ” possível intempestividade nas ações do representado (Pazuello), o qual tinha dever legal e possibilidade de agir para mitigar os resultados, pode caracterizar omissão passível de responsabilização cível, administrativa e/ou criminal, impõe-se o aprofundamento das investigações a fim de se obter elementos informativos robustos para a deflagração de eventual ação judicial”.

Leia também1 STF determina abertura de inquérito contra Pazuello
2 TCU 'manda' Pazuello explicar distribuição de cloroquina
3 Pazuello afirma que crise no AM foi 'situação desconhecida'
4 Doria 'se revolta' e nega que governo atuou por insumos
5 Vacinação: Pazuello defende que o Brasil “deve ser um só”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.