Leia também:
X Frias reage a declarações de Porchat: “Canalhice tremenda”

Petrobras: Deputado quer que Sachsida explique privatização

Deputado federal Elias Vaz apresentou requerimento pedindo que o ministro de Minas e Energia seja convocado para prestar esclarecimentos na Câmara

Pleno.News - 13/05/2022 08h14 | atualizado em 13/05/2022 09h18

Adolfo Sachsida, ministro de Minas e Energia Foto: MME/Bruno Spada

O deputado Elias Vaz (PSB-GO) apresentou, nesta quinta-feira (12), um requerimento para convocar o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, a prestar esclarecimentos na Câmara sobre estudos para a privatização da Petrobras. Sachsida foi escolhido para o comando da pasta após a demissão de seu antecessor, Bento Albuquerque, na última quarta-feira (11).

Nesta quinta, um dia após ser indicado ao cargo, Sachsida entregou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, o pedido para o início dos estudos para as privatizações da Petrobras e da Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA), estatal responsável pelos contratos da União no pré-sal.

– Aqui está meu primeiro ato como Ministro de Minas e Energia, a solicitação formal para que se inicie os estudos que visam o começo do processo de desestatização da PPSA e da Petrobras. Espero que no período mais rápido de tempo possível tenhamos essa resolução pronta e levemos para o presidente Jair Bolsonaro assinar esse decreto e começar esse processo – disse o ministro.

Após o anúncio, houve reações no mundo político. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), por exemplo, avaliou que a desestatização da Petrobras não seria uma solução de curto prazo para o problema da alta dos combustíveis, nem estaria no momento na mesa de negociações no Congresso.

*AE

Leia também1 Elon Musk suspende compra do Twitter temporariamente
2 Frias reage a declarações de Porchat: "Canalhice tremenda"
3 Bolsonaro fala em ir à Justiça contra reajustes da Petrobras
4 Porchat critica Bolsonaro: "Ele não deu certo. Não funcionou"
5 FAB expulsa sargento preso com 39 kg de cocaína na Espanha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.