Leia também:
X Ana Maria testa positivo para Covid e se afasta do Mais Você

Petista Erika Kokay fala em fraude nas eleições de 2018

Deputada federal afirmou que "Bolsonaro não seria presidente se as eleições de 2018 não tivessem sido fraudadas"

Paulo Moura - 30/05/2022 13h07 | atualizado em 30/05/2022 14h22

Deputada Erika Kokay Foto: Câmara dos Deputados/Pablo Valadares

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) afirmou, neste domingo (29), que as eleições presidenciais de 2018 teriam sido fraudadas. Na postagem, feita em sua conta no Twitter, a parlamentar escreveu que “Bolsonaro não seria presidente se as eleições de 2018 não tivessem sido fraudadas”.

– Nós não aceitaremos mais nenhum tipo de golpe contra a democracia neste país! – declarou.

A publicação causou reação imediata nas redes sociais e diversos internautas pediram posicionamentos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre as declarações de Kokay. Até o próprio presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou a postagem com um sinal de interrogação.

 

Bolsonaro comentou em postagem de Erika Kokay Foto: Reprodução/Twitter

Com a repercussão, Kokay voltou a falar do assunto em suas redes na manhã desta segunda-feira (29) e tentou explicar a declaração feita na véspera. No Twitter, a deputada disse que, ao usar o termo “fraude”, ela estaria se referindo a uma “prisão política de Lula para beneficiar a direita”.

– Bolsonaro só foi eleito porque Lula foi preso sem crime e sem provas. A fraude das eleições de 2018 está na prisão política de Lula para beneficiar a direita e a extrema direita! – completou.

Erika Kokay fez nova postagem nesta segunda Foto: Reprodução/Twitter

Leia também1 Ana Maria testa positivo para Covid e se afasta do Mais Você
2 Brasil tem 3 casos suspeitos de varíola dos macacos, diz Saúde
3 Para Temer, Moraes no TSE trará "tranquilidade" às eleições
4 PF terá escala para medir risco de ataque a presidenciáveis
5 Bebê morre ao ser arremessada da janela pelo pai em MG

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.