Leia também:
X Jairinho é afastado da Comissão de Justiça e Redação

PCdoB e PSOL acionam o STF para exigir lockdown nacional

Partidos querem obrigar governo a criar uma comissão com poderes para implementar a medida restritiva

Paulo Moura - 19/04/2021 10h37 | atualizado em 19/04/2021 10h58

Ruas vazias em Araraquara durante lockdown Foto: Divulgação/Prefeitura de Araraquara

Os partidos Comunista do Brasil (PCdoB) e Socialismo e Liberdade (PSOL) acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (16), com uma ação que visa obrigar o presidente da República, Jair Bolsonaro, a criar uma comissão com poderes para implementar um lockdown nacional. As informações foram divulgadas pela revista Veja.

Um dos advogados que assinaram o pedido, feito por meio de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), foi o ex-ministro da Justiça no governo Lula, Tarso Genro. Em uma publicação no Twitter, Genro afirmou que a ação “mostra a recorrente postura de inconstitucionalidade do governo Bolsonaro no tratamento da pandemia e em defesa da vida e da economia”.

Na ação, as legendas de esquerda querem que seja determinada uma cautelar para implantar “providências urgentes e inadiáveis necessárias ao combate à pandemia de Covid-19”. A comissão seria composta por integrantes dos governos federal, estaduais e municipais, além de contar com representantes da comunidade científica.

– A condução do governo federal, ao longo da ocupação do território nacional pelo vírus, é análoga à do governo colaboracionista do general Pétain na ocupação da França pelos nazistas, no curso da Segunda Guerra Mundial. A diferença é que o governo brasileiro tem, ainda hoje, o apoio de uma fração expressiva da população – completa o pedido.

Leia também1 Ciro descarta se aliar ao PT e afirma que Lula quer 'vingança'
2 "TV Globo é a TV Funerária", dispara Jair Bolsonaro
3 "União de Eduardos": Paes apoia Leite à Presidência em 2022
4 AGU defende LSN e diz que não há interferências de ministro
5 Jair Bolsonaro anuncia abertura de mais 8 mil leitos de UTI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.