Leia também:
X Bolsonaro afirma que auxílio a caminhoneiros será de R$ 400

“Paulo Guedes continua no governo”, garante Jair Bolsonaro

Declaração ocorre em meio à debandada de secretários do Ministério da Economia

Gabriela Doria - 21/10/2021 22h02 | atualizado em 22/10/2021 10h13

Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes Foto: PR/Carolina Antunes

Após o pedido de demissão de quatro secretários do Ministério da Economia nesta quinta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro garantiu, em declaração à CNN Brasil, que o ministro Paulo Guedes continua no governo.

Sem comentar a “crise do teto fiscal” após o anúncio do Auxílio Brasil no valor de R$ 400, Bolsonaro defendeu a continuidade da agenda de reformas no Congresso Nacional.

– Paulo Guedes continua no governo, e o governo segue com a agenda de reformas. Defendemos as reformas, que seguem no Congresso Nacional – afirmou Bolsonaro à emissora.

Bolsonaro também confirmou que, além do Auxílio Brasil, o governo também irá disponibilizar um “auxílio caminhoneiro”, no valor de R$ 400, para frear os impactos do aumento nos combustíveis para os motoristas.

O presidente ainda garantiu que “nada está sendo feito fora do teto de gastos”.

Leia também1 Secretários de Paulo Guedes se demitem após crise do teto fiscal
2 Bolsonaro afirma que auxílio a caminhoneiros será de R$ 400
3 STF: Veja quais crimes Moraes imputa a Allan dos Santos
4 PSDB: Joice Hasselmann pode ser impedida de votar nas prévias
5 Aliados de Leite acusam Doria de fraude em prévias do PSDB

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.