CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Bolsonaro sobrevoa áreas atingidas por ciclone em SC

Pasta de Damares rebate Bia Doria sobre moradores de rua

Ministério declarou que "é correto sim dar marmita às pessoas em situação de rua"

Paulo Moura - 04/07/2020 11h21 | atualizado em 04/07/2020 11h24

Ministra Damares Alves Foto: PR/Carolina Antunes

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), chefiado pela ministra Damares Alves, rebateu a fala da primeira-dama do estado de São Paulo, Bia Doria, sobre a doação de marmitas a moradores de rua.

Na manhã de sexta-feira (3), a esposa do governador João Doria se envolveu em uma polêmica após declarar, em uma entrevista para a socialite Val Marchiori, que “não era correto dar marmitas a moradores de rua” e dizer que “a rua era um atrativo”.

Na nota emitida pela pasta de Damares, o ministério afirmou que “é correto sim dar marmitas às pessoas em situação de rua”, já que a primeira iniciativa que deve ser pensada é a da alimentação. Além disso, o MMFDH destacou que essa parcela da sociedade precisa de abrigo, moradia e dignidade.

– A primeira ação que precisamos pensar (não a única) é dar a essas pessoas o que comer. É correto sim dar marmitas às pessoas em situação de rua! E ainda abrigo, moradia, dignidade – destaca.

A pasta ainda ressaltou que essa parcela da população também precisa de estratégias bem definidas para que eles possam deixar as ruas.

– A população em situação de rua precisa de políticas públicas bem definidas. Essa condição que desnuda o ser humano das sua dignidade precisa ser enfrentada com projetos que efetivamente promovam a saída da situação de rua – completa.

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo