Leia também:
X “Meu filhinho deve ter sofrido muito”, diz pai do menino Henry

Partido Solidariedade afasta Dr. Jairinho após prisão do vereador

Político é o principal suspeito do assassinato do menino Henry, de 4 anos

Thamirys Andrade - 08/04/2021 09h46 | atualizado em 08/04/2021 09h58

Vereador Dr. Jairinho Foto: Reprodução/CMRJ

O partido Solidariedade comunicou nesta quarta-feira (7) o afastamento do vereador Dr. Jairinho, após o político e sua namorada Monique Medeiros serem presos nesta manhã, apontados como os responsáveis pela morte do menino Henry Borel Medeiros, de 4 anos.

– Nós, enquanto um partido formado por cidadãos que buscam um futuro melhor, manifestamos nosso repúdio a todo e qualquer tipo de maus-tratos e violência, principalmente contra crianças e adolescentes. Lutamos pelos desfavorecidos e seguiremos atentos aos mais vulneráveis de nossa sociedade – escreveu o partido em nota.

A sigla ressalta ainda que aguardará junto às autoridades competentes a “apuração dos fatos com o processo de investigação e uma posição final da Justiça”.

CASO HENRY
Henry Borel morreu no último dia 8 de março, em hospital da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O exame de necrópsia apontou hemorragia interna e laceração hepática provocada por ação contundente. No curso das investigações, agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca) indicaram a mãe da criança, Monique Medeiros, e seu namorado, Jairo Souza Santos Júnior, como os principais suspeitos do crime.

Leia também1 Polícia prende Dr. Jairinho e mãe de Henry pela morte do menino
2 "Meu filhinho deve ter sofrido muito", diz pai do menino Henry
3 Jairinho praticou tortura contra Henry semanas antes da morte
4 Após a morte do filho, mãe de Henry Borel foi a salão de beleza
5 Vizinhos de Jairinho relataram sessões de espancamento da ex

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.