Leia também:
X Às vésperas da troca de comando na PGR, Lindôra livra Haddad

Parlamentares se unem contra texto pró-aborto do CNS

Grupo diz que Lula cometeu estelionato eleitoral ao fazer promessas aos cristãos

Leiliane Lopes - 23/08/2023 18h39 | atualizado em 23/08/2023 20h49

Senadores e deputados da oposição Foto: Instagram @magnomalta

Senadores e deputados federais realizaram, nesta quarta-feira (23), uma coletiva de imprensa para anunciar medidas contra a resolução 715 do Conselho Nacional de Saúde que, entre outros pontos, defende a legalização do aborto e da maconha.

Liderados pelo senador Magno Malta (PL-ES), o grupo comparou o texto da resolução, que tem o nome da ministra da Saúde, Nísia Trindade, com a carta do presidente Lula destinada ao público evangélico durante o período eleitoral.

No texto lido, Lula se compromete a manter os jovens longe das drogas, respeitar os valores das famílias e se coloca contra o aborto.

– Você bate com a mão dos outros. Você diz que é contra o aborto, mas seus ministros estão autorizados a defender. Coloca a sua cara, Lula – criticou Malta.

Os parlamentares também criticaram outros pontos da resolução, como o reconhecimento de religiões de matriz africana como equipamentos de promoção de saúde e também permitir as terapias de mudança de sexo a partir dos 14 anos.

Em seu discurso, Magno Malta prometeu ações rígidas para impedir que propostas pró-aborto e pela legalização das drogas avancem no Congresso Nacional.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica (FPE), deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM) e o presidente da Frente Parlamentar Católica (FPC), deputado federal Eros Biondini (PL-MG), também se posicionaram contra os dizeres da resolução.

O senador Eduardo Girão (Novo-CE) falou representando os parlamentares espíritas, citando pesquisas de que a maioria dos brasileiros é contra drogas e contra o aborto. Ele ainda declarou que Lula cometeu “estelionato eleitoral” ao emitir uma carta ao público conservador e depois desrespeitar as promessas feitas.

Girão ainda pediu para que a deputada federal Priscila Costa (PL-CE) falasse em defesa da vida. A parlamentar está grávida de seu quarto filho.

Assista:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Magno Malta (@magnomalta)

Leia também1 Às vésperas da troca de comando na PGR, Lindôra livra Haddad
2 Fora da JP, Pavinatto focará em livro sobre fake news da esquerda
3 DeSantis a brasileiros: "Vocês não têm o direito de vir para este país"
4 Vereadora trans ameaça colega: "Vou entrar no banheiro onde sua mulher e filhas estiverem"
5 Morre o ex-governador do Rio Francisco Dornelles, aos 88 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.