Leia também:
X Mulher que trabalhava em Itapecerica fala em livramento

Para Flavio, a “Folha” apoia o “ex-presidiário” para lucrar

Em suas redes sociais, senador prestou solidariedade à Jovem Pan

Henrique Gimenes - 20/09/2022 18h21 | atualizado em 20/09/2022 18h28

Presidente Jair Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro Foto: EFE/ Antonio Lacerda

Nesta terça-feira (20), o senador Flavio Bolsonaro (PL-RJ) utilizou as redes sociais para criticar o jornal Folha de S.Paulo. Para o parlamentar, o veículo de imprensa quer a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva porque vai lucrar mais.

Em sua publicação, Flavio mostrou um gráfico com o que seria o faturamento publicitário do Grupo Folha desde o primeiro governo Lula, em 2003. A imagem mostra uma queda brusca de valores no governo de Jair Bolsonaro. Além disso, o gráfico traz os valores da Jovem Pan, que ficaram estáveis durante todo o período.

– O partido político Folha quer o ex-presidiário de volta por isso. Que se f*** o Brasil, o importante é quanto o governo do PT vai enfiar no r*** deles – escreveu.

O comentário foi feito após uma reportagem publicada pela Folha em parceria com a revista Piauí sobre uma suposta redução do alcance da Jovem Pan no YouTube.

Em outra publicação, Flavio também prestou solidariedade à Jovem Pan.

– Toda minha solidariedade à Jovem Pan pela perseguição promovida pelo UOL. A liberdade de expressão e de imprensa sendo fuziladas por lulistas travestidos de jornalistas do grupo Folha. Em 1965 a Globo abriu, em 2022 a Folha quer fechar a concorrência. Tínhamos democracia – apontou.

Leia também1 Jair Bolsonaro é aclamado em churrascaria de Nova Iorque
2 Lula ataca Bolsonaro e diz que ele "já está prevendo a derrota"
3 3 ministros votam contra Magno Malta por calúnia contra Barroso
4 Paraná Pesquisas mostra Lula e Bolsonaro em empate técnico
5 TSE: Soraya quer barrar uso da ONU na campanha de Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.