Leia também:
X Ipec, antigo Ibope, mostra Lula com 12 pontos de vantagem

Para Ciro Gomes, Jair Bolsonaro será preso se perder a eleição

Pedetista acusou presidente de ser um "criminoso"

Pleno.News - 16/08/2022 10h17 | atualizado em 16/08/2022 13h10

Ciro Gomes Foto: Divulgação/PDT

Na avaliação do candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT), o presidente Jair Bolsonaro (PL) vai para a cadeia caso não consiga se reeleger. A declaração ocorreu durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (15).

– Vai ser preso porque é um criminoso – disse o pedetista.

Para Ciro, a motivação para prisão do chefe do Executivo estaria principalmente na atuação do governo durante a pandemia de Covid-19.

– Negacionismo, superfaturamento, roubalheira, botou o Brasil no fim da fila da vacina, briga com o Doria sobre vacina, matou o nosso povo – afirmou.

Ciro falou também durante o programa sobre uma pauta cara ao presidente: o armamento da população. O pedetista prometeu permitir que as pessoas possam usar armas na zona rural.

– Na área rural, dentro do domicílio, eu considero razoável, porque ali não tem um 190 para ligar. O exercício da autodefesa, infelizmente, é um imperativo das populações isoladas em bases rurais – ponderou.

O candidato disse, no entanto, que vai revogar todos os decretos de Bolsonaro que permitem o porte e a posse de armas em ambiente urbano.

– Arma na rua vai ser só exclusividade da polícia. Andou na rua [com arma], vai ser apreendido – pontuou.

*AE

Leia também1 Nobel da literatura, Vargas Llosa diz que jamais votaria em Lula
2 Posse de Moraes terá Bolsonaro, Lula, Temer e Dilma Rousseff
3 Delegado pediu para investigar Guedes e Aras; Barroso negou
4 Damares registra candidatura avulsa ao Senado pelo DF
5 Posse de Moraes: Bolsonaro e Lula ficarão em mesas distintas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.