Leia também:
X Bolsonaro avalia vetos à lei de abuso de autoridade

Palocci revela propinas de até R$ 333 mi nos governos do PT

Empresas, bancos e indústrias fizeram repasses a políticos

Ana Luiza Menezes - 15/08/2019 20h04

Ex-ministro Antônio Palocci falou sobre propina recebida pelo PT Foto: Reprodução/Facebook

A delação do ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, revelou propinas que chegam a R$ 333,59 milhões. Segundo ele, empresas, bancos e indústrias arrecadaram e repassaram valores a políticos e partidos durante os governos de Lula e Dilma Rousseff.

Segundo o jornal Estadão, Palocci citou uma “organização criminosa” do PT . Ele apontou esquemas ilícitos, que ocorreram de 2002 a 2014.

Os 23 relatos do ex-ministro denunciam obras de infraestrutura, contratos fictícios, doações por meio de caixa 2 a campanhas eleitorais, liberação de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entre outras irregularidades cometidas para favorecer grupos durante os governos petistas.

Palocci foi preso em 2016 e fez um acerto de delação premiada com a Polícia Federal, na Operação Lava Jato. Após a homologação do trato, ele pôde deixar a prisão, em novembro do ano passado.

Leia também1 Bolsonaro avalia vetos à lei de abuso de autoridade
2 Senadora do PSL quer bloquear redes sociais de Lula
3 Eduardo Bolsonaro prefere que sabatina não seja secreta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.