Leia também:
X Impeachment de Moraes: PSDB, DEM e MDB criticam Bolsonaro

Paes vai a samba em meio à alta ocupação de UTIs Covid no Rio

Prefeito do Rio já havia sido flagrado em roda de samba em maio deste ano

Paulo Moura - 23/08/2021 07h46 | atualizado em 23/08/2021 10h47

Eduardo Paes em roda de samba no Rio Foto: Reprodução/Instagram

Apenas um dia após cogitar aplicar medidas de restrições no Rio de Janeiro se casos graves e mortes pela Covid-19 aumentarem na capital fluminense, o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD), voltou a ser flagrado frequentando uma roda de samba. O gestor já havia sido visto em uma situação similar em maio deste ano.

A ida do prefeito ao evento, que aconteceu no Morro da Conceição, região central do Rio, foi no sábado (21) à noite. Um vídeo no Instagram mostra o prefeito sambando e com um copo de cerveja na mão. Exatamente um dia antes, na sexta-feira (20), o gestor municipal falou aos cidadãos fluminenses que poderia voltar a tomar medidas restritivas em caso de agravamento da Covid.

– A gente tem que se tocar que a coisa está quente no Rio, especialmente no Rio (capital). Essa variante nova começou pela cidade do Rio. Não podemos permitir que os casos se agravem e terminem em óbitos. Nosso apelo aos cariocas: havendo aumento de agravamentos, podemos voltar a tomar novas medidas restritivas – afirmou.

Apesar de os números de casos graves e mortes estarem estáveis na capital, a rede pública municipal de saúde tem 95% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados. A prefeitura do Rio informou que não divulga os números absolutos de casos graves e mortes por semana. Mas, na semana passada, houve 817 registros de internações por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) entre os casos confirmados de Covid-19 e aqueles ainda em investigação.

REINCIDENTE EM RODAS DE SAMBA NA PANDEMIA
Eduardo Paes já havia sido flagrado em uma roda de samba de um bar no Centro do Rio, no dia 8 de maio deste ano. O fato foi registrado em um vídeo que circulou nas redes sociais. Nele, o prefeito da capital fluminense aparecia cantando, sem máscara, e isto causou revolta nos moradores da cidade.

Dois dias depois do fato, Paes até chegou a pedir desculpas e a assumir o erro. Porém, por conta da conduta, teve de pagar uma multa ao Poder Executivo do município no valor de R$ 562,42, devido ao fato de estar sem máscara, em um ambiente fechado.

 

Leia também1 Biden diz que esforços em Cabul não passarão de 31 de agosto
2 Impeachment de Moraes: PSDB, DEM e MDB criticam Bolsonaro
3 FHC não vê perigo à democracia com Lula ou com Bolsonaro
4 Monark elogia Jair Bolsonaro por vetar fundão de R$ 5,7 bilhões
5 Lula volta a falar em regular a imprensa, e Fábio Faria repudia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.