Leia também:
X Ministério da Saúde irá cancelar contrato de compra da Covaxin

Paes cita ‘fim da pandemia’ e marca festa com DJs na orla

Prefeito Eduardo Paes anunciou plano de flexibilização de restrições

Pierre Borges - 29/07/2021 17h21 | atualizado em 14/10/2021 16h25

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou na tarde desta quinta-feira (29) um novo plano de flexibilização de restrições na cidade e pretende “fazer um ano de celebração do fim da pandemia”.

O calendário do plano Rio de Novo já tem data prevista para festas na orla, abertura de bares e boates e fim da obrigatoriedade das máscaras ainda em 2021.

– Sabemos que há imprevisibilidades, mas, ao olhar outras partes do mundo, é possível fazer essa previsão. Temos um setor de turismo, bares e restaurantes como motor da economia que muito sofreu. Temos muita fé que podemos começar a caminhar – disse o prefeito.

Paes anuncia plano de flexibilização
Paes anunciou fim de restrições em uma live no canal da Prefeitura Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

O plano anunciado será dividido em três fases, tendo início no dia 2 de setembro, quando serão permitidos eventos em locais abertos, além da liberação de 50% da capacidade de público em estádios e em locais fechados, como boates e casas de show (apenas para vacinados). Neste dia será instituído um novo feriado chamado de Dia do Reencontro.

No dia 3 de setembro, uma sexta-feira, será decretado ainda um ponto facultativo, que contará com festas ao ar livre com DJs em diversos pontos da orla, eventos em polos gastronômicos, projeções e apresentações musicais, além do fechamento das ruas (principalmente na orla da praia).

Fases do plano de flexibilização
Fases do plano de flexibilização Foto: Divulgação

Também estão programadas, para marcar o início da flexibilização, a realização de manifestações culturais e artísticas pela cidade, além da liberação da meia entrada para todos nos principais pontos turísticos da cidade e a apresentação de uma orquestra nos Arcos da Lapa. Entre outras atividades previstas, a Cidade das Artes e Cidade do Samba também terão programações especiais.

A partir do dia 17 de outubro, não haverá mais restrição de capacidade de público em estádios e locais fechados, desde que os presentes estejam vacinados.

A terceira fase da flexibilização será no dia 15 de novembro, quando o uso de máscaras passará a ser obrigatório apenas dentro de transportes públicos e estabelecimentos de saúde.

A expectativa do prefeito é de que, quando o plano de flexibilização começar, o Rio tenha vacinado 45% da sua população adulta com as duas doses da vacina e 90% com a primeira.

Leia também1 Ministério da Saúde irá cancelar contrato de compra da Covaxin
2 Carlos Vereza é censurado no Facebook após pressão de LGBTs
3 Ao quebrar recorde, nadadora usa touca com a frase ‘Glória Somente a Deus’
4 Daniel Silveira denuncia Moraes na Comissão Interamericana
5 Bolsonaro ironiza insinuações de Joice: 'Me culpam de tudo, né?'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.