Leia também:
X Mãe de Nego do Borel é suspeita de agredir enteada de 8 anos

Pacheco quer programa robusto e permanente de renda mínima

Presidente do Senado afirmou que é preciso pensar em um programa para melhorar e substituir o Bolsa Família com um valor maior

Pleno.News - 25/05/2021 17h07 | atualizado em 25/05/2021 18h13

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), defendeu nesta terça-feira a criação de um programa permanente e mais robusto de renda mínima no país, após o debate sobre a extensão ou não do auxílio emergencial por mais um período.

– Cabe a nós identificarmos se os quatro meses do auxílio este ano serão suficientes, ou se teremos que prorrogar por um ou dois meses. Independentemente disso, pensamos em um programa para melhorar e substituir o Bolsa Família com um valor maior. Em um país com tantos recursos, com certeza encontraremos uma solução – afirmou Pacheco, em participação no BTG Pactual Brasil CEO Conference 2021.

Segundo ele, enquanto não há ambiente propício para se debater esse programa mais perene de renda cidadã, é necessário seguir atendendo as pessoas mais vulneráveis.

– Os valores pagos no auxílio emergencial foram os possíveis – completou.

O presidente do Senado enfatizou que o teto de gastos foi um importante avanço para o país.

– É muito importante mantermos a responsabilidade fiscal, mas não podemos olvidar da responsabilidade social. O Estado brasileiro deve estar presente na vida das pessoas, principalmente das mais vulneráveis – acrescentou Pacheco.

*Estadão

Leia também1 Mayra: Há comprovações de que lockdown pode causar danos
2 Aziz manda recado a Bolsonaro: 'Compre vacina, não cloroquina'
3 Bolsonaro diz que Tarcísio pensa em ser governador de SP
4 TSE quebra sigilo de hackers que 'roubaram' página esquerdista
5 Após críticas à direita, esquerda convoca protestos de massa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.