Leia também:
X Rio: 13,6 toneladas de peixes mortos são retirados da Lagoa

“O Itamaraty agora estará à disposição do produtor”

Futuro chanceler diz que política externa vai incentivar o agronegócio

Pleno.News - 21/12/2018 09h44

Ernesto Araújo diz que política externa vai incentivar o agronegócio Foto: Reprodução

O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou, nesta sexta-feira (21), que a política externa brasileira vai incentivar as negociações para ampliar o comércio e o agronegócio no próximo governo. O objetivo é construir um novo momento para o país e para isso será criado um departamento específico para cuidar do agronegócio.

– Nos governos petistas, o Itamaraty foi a casa do MST. Agora estará à disposição do produtor. A pujança agrícola será parte do projeto de engrandecimento do Brasil. Ao mesmo tempo, a projeção de um país confiante, grande e forte servirá ainda mais aos interesses da agricultura. O trabalho incansável, a fé, a inventividade e o patriotismo dos agricultores são a própria essência da brasilidade. Defenderemos o produtor brasileiro nos foros internacionais, da pecha completamente falsa de ser agressor do meio ambiente. O produtor agrícola brasileiro contribui para a preservação ambiental como em nenhum outro lugar do mundo.

Araújo acredita que algumas negociações comerciais em curso são ruins para a agricultura. O ideal é reorientá-las em benefício dos produtores brasileiros. O futuro chanceler prometeu trabalhar para que o Brasil vá além da exportação de frango, soja, carne e açúcar.

– O establishment da velha política e da velha mídia quer usar o agro como pretexto para reduzir o Brasil a um país insignificante. Nesses longos anos sem ideais e sem identidade, não fechamos nenhum acordo comercial relevante. O Brasil não deixará de exportar frango e soja, carne e açúcar, mas passará a exportar também esperança e liberdade. O fato de ser uma potência agrícola não nos proíbe de ter ideais e de lutar por eles – concluiu.

 

Leia também1 Doleiro brasileiro teve apoio político no Paraguai, diz CPI
2 Michel Temer avalia não conceder indulto de Natal
3 Líder cubano critica Bolsonaro por causa do Mais Médicos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.