Leia também:
X Advogado de Silveira afirma que proibição de redes é “autoritária”

“O Exército poderia pular dentro do TSE”, afirma Jair Bolsonaro

Presidente declarou que as Forças Armadas vão acompanhar todo o processo eleitoral

Paulo Moura - 09/11/2021 13h47 | atualizado em 09/11/2021 14h34

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro comentou, na manhã desta terça-feira (9), sobre a mudança de seu posicionamento a respeito da credibilidade das eleições de 2022.

Na sexta-feira (5), em um discurso na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, o presidente havia afirmado que passou a acreditar na urna eletrônica após a confirmação de que as Forças Armadas acompanharão o processo eleitoral.

– O Exército poderia pular dentro do TSE para resolver esse assunto [indícios de fraudes nas eleições], mas Barroso baixou portaria convidando as Forças Armadas, e nós aceitamos – disse o líder, nesta terça, em entrevista ao site Jornal da Cidade Online.

Em setembro, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, criou a Comissão de Transparência das Eleições (CTE) e o Observatório da Transparência das Eleições (OTE). O objetivo dos dois órgãos é “ampliar a transparência e a segurança de todas as etapas de preparação e realização das eleições”.

A comissão criada por Barroso é formada por representantes do Congresso Nacional, do Tribunal de Contas da União (TCU), da Polícia Federal e das Forças Armadas, como citado pelo chefe do Executivo. De acordo com Bolsonaro, os militares vão participar de todo o processo eleitoral.

– Conversando com ministro e comandantes das Forças, aceitamos convite para participar de todas as etapas das eleições, desde a abertura do código-fonte até a sala secreta. Assim sendo, pode confiar no sistema eleitoral. Dificilmente vai ter uma fraude nele. Repito: as Forças Armadas participarão de todos os processos por ocasião das eleições do ano que vem – completou.

Leia também1 Advogado de Silveira afirma que proibição de redes é "autoritária"
2 Bolsonaro: “Se tirar o Centrão, tem a esquerda, para onde vou?”
3 OMS alerta sobre nova fase do coronavírus na Europa
4 Na Escócia, Pacheco se reúne com alto representante da China
5 Após ficar quase 5 meses preso, deputado Daniel Silveira é solto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.