Leia também:
X Bolsonaro defende Mendonça no STF: ‘Conhece bem as leis’

Novo rejeita pedido de Amoêdo para voltar a presidir o partido

Diretório Nacional vetou retorno do fundador da sigla à presidência dela

Gabriela Doria - 28/09/2021 09h35 | atualizado em 28/09/2021 09h56

João Amoêdo teve proposta de retorno à presidência do Novo rejeitada pelo partido Foto: PR/Marcos Corrêa

Em um duro golpe, o Diretório Nacional (DN) do partido Novo decidiu vetar o retorno de João Amoêdo, fundador da sigla, para o comando do partido.

O ex-candidato à presidência do Novo recebeu três votos favoráveis e três contra, em votação realizada na noite desta segunda-feira (27). De acordo com o estatuto do partido, a volta de Amoêdo para o comando da sigla teria que ser apoiada por 2/3 dos integrantes do DN, o que, neste caso, seriam quatro membros.

Segundo o jornal Estadão, votaram contra o regresso de Amoêdo o atual comandante do partido, Eduardo Ribeiro; o secretário Administrativo, Guilherme Enck; e o secretário-adjunto, André Strauss Vasques. O empresário recebeu voto favorável por parte de Ricardo Taboaço, vice-presidente do Novo; de Moisés Jardim, secretário de Finanças; e de Patrícia Vianna, secretária de Assuntos Institucionais e Legais.

– Recebemos, com muito respeito, sua disposição em retornar à gestão partidária como membro do Diretório Nacional. Em sua consideração, optamos por trazer à pauta a possibilidade de seu retorno o mais breve possível, na reunião do Diretório Nacional nesta segunda-feira (27). Encerrada a reunião, venho por meio deste e-mail, novamente em sua consideração, comunicar que não houve a maioria necessária dos votos para efetivar o seu retorno – diz a mensagem enviada a Amoêdo

Foi o próprio Amoêdo quem se manifestou pelo seu retorno à presidência do Novo – cargo que ele renunciou em março do ano passado, alegando a “perda de identidade” do partido.

Com a decisão, João Amoêdo segue sem cargo dentro do partido Novo.

Leia também1 Bolsonaro defende Mendonça no STF: 'Conhece bem as leis'
2 Eleições 2022: Mandetta afirma que irá se encontrar com Moro
3 Bolsonaro: "Insatisfeito comigo? Ano que vem é só mudar"
4 Renan ataca Hang e o compara a Coringa: Senado não é picadeiro
5 Gilmar nega pedido de Crivella para não se justificar à Justiça

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.