Leia também:
X Marco Aurélio sai em defesa de Marcos Cintra sobre urnas

Novo critica censura do TSE e cobra esclarecimentos

Sigla diz que é preciso combater a desinformação com informação de qualidade

Leiliane Lopes - 07/11/2022 16h20 | atualizado em 07/11/2022 16h27

fachada do Tribunal Superior Eleitoral TSE Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

O Partido Novo usou as redes sociais para mostrar preocupação com os questionamentos levantados sobre o resultado das urnas e criticou a censura por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra figuras que contestam a eleição de Lula (PT).

Pelo Twitter, a sigla liberal reforça seu compromisso com a democracia, mas critica a censura que o TSE tem aplicado ao deletar perfis de quem questiona o resultado das eleições.

– Censurar quem questiona o sistema eleitoral não irá torná-lo mais confiável. Só há uma saída para a desinformação: esclarecimentos e informação de qualidade – diz trecho da nota que você confere na íntegra em seguida.

Três deputados federais, um deputado federal eleito e diversos perfis que apoiaram as manifestações foram suspensos pelo TSE. Além disso, o professor Marcos Cintra, ex-candidato a vice de Soraya Thronicke, também teve seu perfil deletado por questionar as denúncias sobre anomalias nas urnas eletrônicas.

LEIA A NOTA DO PARTIDO NOVO
O NOVO reforça o seu compromisso com a democracia e o resultado das eleições.

Porém, bloquear perfis e impedir questionamentos só alimenta a desconfiança da população.

O TSE deve assumir sua responsabilidade, abandonar a censura e trabalhar pela credibilidade da instituição.

Censurar quem questiona o sistema eleitoral não irá torná-lo mais confiável.

Só há uma saída para a desinformação: esclarecimentos e informação de qualidade.

Questionamentos válidos se resolvem assim. E aqueles feitos apenas para tumultuar serão descredibilizados com o tempo.

Leia também1 Moraes determina desbloqueio de ruas no Acre e multa líderes
2 Manifestação na frente do QG do Exército no DF completa 7 dias
3 Lula e Lira se reúnem terça para articular transição de governo
4 União Brasil rescinde contrato com Cintra após fala sobre urnas
5 Brasil volta a ter bloqueios em vias; número de interdições sobe

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.