CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Nota da FGV contradizendo Decotelli cravou demissão

Novo cotado para o MEC tem apoio de Onyx e Weintraub

Com perfil conservador, Gilberto Gonçalves Garcia é estudioso da área de religião

Rafael Ramos - 30/06/2020 18h43

Gilberto Garcia pode ser cotado para o Ministério da Educação Foto: Reprodução

Com a demissão de Carlos Alberto Decotelli do Ministério da Educação, outro nome já começa a ser cogitado para assumir a pasta no governo federal. O possível indicado ao cargo é o professor Gilberto Gonçalves Garcia, que tem apoio do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, do ex-ministro Abraham Weintraub e do empresário da educação privada Antônio Veronezi.

Estudioso da área de religião, Garcia é formado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e foi reitor da Universidade Católica de Brasília até 2018. Ele também foi presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE) durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Gilberto possui um perfil mais conservado, o que é um ponto positivo para os auxiliares do presidente Jair Bolsonaro. Decotelli, que não chegou a ser empossado, teve seu currículo questionado por várias instituições. Dentre elas, a Fundação Getúlio Vargas negou que ele tenha sido professor na instituição.

Leia também1 Após polêmicas, Decotelli entrega carta de demissão
2 Nota da FGV contradizendo Decotelli cravou demissão
3 STJ nega pedido de prisão domiciliar para Sérgio Cabral
4 Guedes diz que Brasil está longe da depressão econômica
5 Colunista do Estadão usa a Bíblia para atacar Bolsonaro

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo