CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X STJ nega pedido de prisão domiciliar para Sérgio Cabral

Nota da FGV contradizendo Decotelli cravou demissão

Decotelli entregou carta de demissão nesta terça-feira

Gabriela Doria - 30/06/2020 18h02 | atualizado em 01/07/2020 11h59

Carlos Alberto Decotelli pediu demissão antes mesmo de assumir o MEC Foto: PR/Marcos Corrêa

O agora ex-ministro da Educação Carlos Decotelli afirmou, nesta terça-feira (30), que a nota da Fundação Getúlio Vargas (FGV) negando que ele tenha sido professor na instituição motivou o presidente Jair Bolsonaro a aceitar sua demissão.

Decotelli entregou uma carta abrindo mão do cargo na tarde desta terça, após reunião com Bolsonaro no Palácio do Planalto.

Nomeado há cinco dias, Decotelli teve as informações de seu currículo contestadas publicamente em pelo menos três ocasiões, sendo a última delas a negativa de que tenha dado aulas na FGV.

Antes disso, na sexta-feira (26), a Universidade Nacional de Rosario (Argentina) divulgou que ele não recebeu o título de doutor. A instituição declarou que Decotelli cursou as disciplinas e cumpriu os créditos exigidos, mas sua tese foi reprovada em uma primeira análise e ele não voltou a submeter o trabalho aos pares.

Outra instituição a reivindicar uma informação do ministro foi a Universidade de Wuppertal, na Alemanha, que informou que ele nunca obteve nenhum certificado pela instituição e não recebeu bolsas ou qualquer tipo de suporte financeiro.

De acordo com a instituição, ele conheceu uma professora da Wuppertal no Brasil e, a partir deste contato, foi à universidade para produzir uma pesquisa, mas sem nenhum vínculo.

Jair Bolsonaro ainda não definiu quem irá ocupar a chefia do MEC.

Leia também1 Após polêmicas, Decotelli entrega carta de demissão
2 Bolsonaro vê "inadequações" em currículo de Decotelli
3 Guedes diz que Brasil está longe da depressão econômica
4 Auxílio: Governo anuncia mais duas parcelas de R$ 600
5 Bolsonaro trata com times sobre a transmissão dos jogos

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo