Leia também:
X Bolsonaro critica o STF: “Chega de bananas e demagogos”

“Nós sempre sonhamos com uma sociedade socialista”, diz Dilma

Ex-presidente afirmou que exemplo da China seria um modelo de socialismo a ser observado

Paulo Moura - 14/06/2022 15h11 | atualizado em 15/06/2022 09h02

Ex-presidente Dilma Rousseff Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) admitiu que sempre sonhou com a superação do modelo capitalista e com a implementação do socialismo. A declaração da ex-chefe do Executivo foi feita durante uma entrevista concedida ao jornalista Bruno Altman, do portal Opera Mundi, na última quarta-feira (8).

– Sempre sonhamos com isso [a superação do capitalismo e a construção de uma sociedade socialista]. Talvez, essa seja a nossa utopia. Uma outra sociedade. Sem a menor dúvida, não queremos as sociedades socialistas históricas, que surgiram depois de 1917 [ano em que houve a Revolução Russa] – disse Dilma.

Na sequência, a petista afirmou também que a China seria um exemplo de socialismo a ser observado, mas ressaltou que ainda não existiu na história uma experiência socialista que conseguisse ser bem-sucedida.

– Precisamos ver se, de fato, os chineses conseguirão um processo de transformação que acompanhe os aspectos sociais, econômicos, culturais e democráticos – destacou.

Dilma ainda defendeu que a sociedade socialista seja pensada de uma forma que “respeite o meio ambiente” para que a “relação com a natureza que não seja igual à atual, que eleva a temperatura, emite gases de efeito estufa e cria pandemias e doenças”.

– Talvez, estejamos em um momento histórico especial, em que se amadureceram mais ainda as condições para que pensemos a respeito de uma outra sociedade – completou.

Leia também1 PGR quer que STF declare extinta a pena de Daniel Silveira
2 CNN tem pior resultado desde o lançamento e segue atrás da JP
3 Atores de Pantanal pegam Covid e gravações são paralisadas
4 Fotos! Com amigos e familiares, Simaria comemora 40 anos
5 Globo é condenada em mais de R$ 1 milhão por sexismo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.