Leia também:
X Paulo Guedes: “Para mim, estatal boa é a que foi privatizada”

No Rio de Janeiro, veículo de deputado do PSL é alvo de tiros

Márcio Gualberto estava em veículo blindado com o chefe de gabinete, uma assessora e um segurança

Paulo Moura - 03/03/2021 09h36 | atualizado em 03/03/2021 10h14

Carro do deputado Marcio Gualberto foi alvo de tiros Foto: Reprodução

O carro onde estavam o deputado estadual Márcio Gualberto (PSL-RJ), o chefe de gabinete de parlamentar, uma assessora e um segurança, foi alvo de disparos na noite de terça-feira (2) após o grupo deixar a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). As informações foram divulgadas pelo chefe de gabinete de Gualberto, Jean García.

– Estamos bem, graças a Deus. O carro é blindado – afirmou García.

De acordo com Jean, o grupo havia deixado a Assembleia Legislativa (Alerj) e seguia pela Avenida Brasil quando, na altura de Guadalupe, pegaram uma rua paralela para fugir do trânsito. Foi nesse momento que um homem saltou na frente do carro e começou a atirar no veículo.

– Seguimos por ali porque o trânsito estava mais tranquilo. [Foi] Quando um homem entrou na frente do carro, uns 30 metros [de distância]. Estava empunhando a arma. Demos ré, e ele começou a atirar. A gente continuou a dar ré. O segurança abriu um vidro e atirou – contou o chefe de gabinete.

Segundo o funcionário, foi possível perceber que a arma do bandido caiu no chão, enquanto o grupo continuava a fuga. Depois disso, o criminoso entrou em um carro e deixou o local. O deputado e o segurança compareceram à 30ª DP, em Marechal Hermes, Zona Norte, para registrar a ocorrência.

– Apesar de o deputado ser policial, é uma situação muito estranha – completou García.

Leia também1 Foguetes atingem base no Iraque a 2 dias da chegada do papa
2 Testes de Covid: MP faz operação contra superfaturamento no DF
3 Sobrevivente de tragédia da Chape sofre outro acidente grave
4 Chanceler irá a Israel por spray contra Covid-19, diz Bolsonaro
5 Paulo Guedes: "Para mim, estatal boa é a que foi privatizada"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.