Leia também:
X Suspeita de planejar massacre em escola no DF é internada

No Rio, Bolsonaro e apoiadores se reúnem para passeio de moto

Centenas de apoiadores já estavam reunidos antes das 9h esperando o início do passeio

Paulo Moura - 23/05/2021 10h01 | atualizado em 23/05/2021 10h04

Presidente se reúne para passeio de moto no Rio Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro e diversos apoiadores iniciaram por volta das 9h da manhã deste domingo (23) a concentração para o grande passeio do moto programado para iniciar por volta das 10h pela cidade do Rio de Janeiro. Nas redes sociais, políticos e seguidores do presidente compartilharam a preparação para a “motociata”.

Além do chefe do Executivo, os deputados federais Marco Feliciano (Republicanos-SP), Carlos Jordy (PSL-RJ), Luiz Lima (PSL-RJ), Hélio Lopes (PSL-RJ) e Filipe Barros (PSL-PR); os deputados estaduais do Rio de Janeiro Charles Batista (PSL) e Anderson Moraes (PSL); além do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, já estavam presentes.

A concentração do passeio foi no Parque Olímpico da Barra, e o percurso a ser percorrido é de cerca de 30 quilômetros. O ponto de chegada anunciado pelos organizadores é o Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, na Glória, região central da cidade. A previsão é que o passeio termine por volta de meio-dia.

A participação de Bolsonaro no ato irá mobilizar um esquema especial de segurança no Rio. Esta será a segunda vez neste mês que o presidente irá participar de um ato com motociclistas. A primeira aconteceu em 9 de maio, em Brasília.

Leia também1 Jair Bolsonaro fará passeio com motociclistas domingo, no Rio
2 Bolsonaro convoca apoiadores para passeio de moto no Rio
3 IstoÉ ataca intérpretes de Libras do governo e gera indignação
4 Barroso sobre voto impresso: 'Judicialização das eleições'
5 Governo prepara PEC para prorrogar auxílio, dizem fontes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.