Leia também:
X Sabatina de Kassio só acontecerá após a saída de Celso de Mello

“Nem sei se vou ser candidato em 2022”, declara Bolsonaro

Presidente ironizou as outras opções para o comando do país como o ex-presidenciáveis Fernando Haddad e Marina Silva

Paulo Moura - 02/10/2020 12h05 | atualizado em 02/10/2020 13h03

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Carolina Antunes

Em conversa com apoiadores nesta sexta-feira (2) o presidente Jair Bolsonaro disse não saber se será candidato à reeleição em 2022. Em tom irônico, o chefe do Executivo disse que quem critica seu governo terá “excelentes opções” de voto nas próximas disputas eleitorais e citou os ex-presidenciáveis Fernando Haddad, Ciro Gomes e Marina Silva.

– Eu nem sei se eu vou ser candidato em 2022. Se eu não for, esses que estão me criticando vão ter excelente opções. Vão ter o Haddad, vão ter o Ciro, vão ter a Marina e vão ter o Alckmin, sem problema nenhum – declarou.

Apesar da fala, Bolsonaro afirmou em seguida que “tem muita gente boa no Brasil”.

– Tem muita gente melhor do que eu por aí – comentou.

No início da semana, o presidente rebateu críticas de que estaria usando o programa Renda Cidadã, ainda em estudo, para garantir sua reeleição. O chefe do Executivo ressaltou na ocasião que durante toda sua carreira política nunca se preocupou com reeleição.

– Minha crescente popularidade importuna adversários e grande parte da imprensa, que rotulam qualquer ação minha como eleitoreira. Se nada faço, sou omisso. Se faço, estou pensando em 2022 – disse na segunda-feira.

*Estadão

Leia também1 Sabatina de Kassio só acontecerá após a saída de Celso de Mello
2 "Confio no presidente", diz Carla Zambelli sobre Kassio no STF
3 Polícia Federal adia depoimento de Moro sobre atos contra o STF
4 Governo rebate Folha de SP sobre repasse a programa de Michelle
5 Bolsonaro aprova lei do cadastro de condenados por estupro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.