CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Delegado Paulo Bilynskyj tem alta 13 dias após ser baleado

‘Não vou falar com o Witzel, vocês já sabem onde ele estará’

Bolsonaro ouviu diversos relatos de apoiadores contra governadores

Paulo Moura - 03/06/2020 09h57

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro ironizou o governador Wilson Witzel em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada nesta quarta-feira (3) e disse a apoiadores que “sabe onde” Witzel “vai estar” brevemente.

Ao ouvir a reclamação de um sargento reformado da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro sobre um taxação aplicada pelo governo estadual, o presidente afirmou que não falaria com o chefe do Executivo fluminense.

– Eu não vou conversar com o Witzel. Até porque brevemente já sabe onde ele deve estar – declarou.

Além de Witzel, os apoiadores também criticaram os governadores da Bahia, Rui Costa, de Pernambuco, Paulo Câmara, e do Pará, Helder Barbalho. Bolsonaro disse que recebia todos os relatos, mas que não poderia resolver tudo sozinho já que as atribuições relacionadas à pandemia são dos governos locais.

– Eu estou ouvindo aqui. Não tenho poder de resolver tudo. Sou um sozinho. É um sistema que a gente tem pela frente. Vai chegar a um ponto que vai passar o limite de muita gente – afirmou.

O líder do Executivo também aproveitou para criticar os políticos populistas e disse que a população está se conscientizando sobre seus votos.

— O povo vai se conscientizando sobre o que está acontecendo no Brasil. Acabar com esse oba-oba de acreditar no populismo, votar no cara bonitinho, o mentiroso de sempre – completou.

Leia também1 Luciano Hang diz que auxílio foi solicitado em seu nome
2 Bolsonaro anuncia base para lançamento de foguetes
3 Eduardo diz que vazamento é 'preço por enfrentar o sistema'
4 Feliciano debocha de pesquisa Ibope sobre Lei da Censura
5 Repórter da Globo chama aliado de Bolsonaro de 'otário'

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo