Leia também:
X Veja quem são os empresários alvos de mandados de Moraes

“Não foi entrevista profissional, foi interrogatório”, diz Eduardo Bolsonaro

Aliados e eleitores do presidente criticaram a postura dos âncoras globais

Monique Mello - 23/08/2022 11h07 | atualizado em 23/08/2022 13h18

Bolsonaro no Jornal Nacional Fotos: Reprodução/TV Globo

O deputado federal e filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), Eduardo Bolsonaro (PL-SP), fez uma publicação no Twitter nesta terça-feira (23), para criticar a entrevista do chefe do Executivo e candidato à reeleição ao Jornal Nacional, na noite desta segunda (22).

Para o parlamentar, William Bonner e Renata Vasconcellos não realizaram uma entrevista com o presidente, mas sim um interrogatório.

– Globo fez o que qualquer esquerdista faria: pressionou o presidente, cortou sua fala quando desenvolvia raciocínios. Não foi uma entrevista profissional a um presidente, foi um interrogatório – escreveu.

Na mesma publicação, Eduardo ainda exaltou os podcasts Flow e Cara a Tapa, que entrevistaram Bolsonaro recentemente.

O ministro das Comunicações Fábio Faria também saiu em crítica à dupla de âncoras globais.

– Roteiro agressivo com apresentadores arrogantes e debochados. Tivemos um Presidente sereno que mostrou que o Brasil está em boas mãos e rumo à reeleição – disparou.

Leia também1 Bolsonaro ironiza entrevista ao JN: "Pronunciamento do Bonner"
2 Anitta posta "cola" na mão de Bolsonaro, se arrepende e apaga
3 Bolsonaro a Bonner: "Você está me estimulando a ser ditador"
4 Henkel reage a entrevista de Bolsonaro no JN: #RIPGlobo
5 Bolsonaro diz a Bonner que ele falou uma fake news ao vivo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.