Leia também:
X Repórter canta paródia da Xuxa para noticiar morte de bandidos

“Não aceitamos alegação de fraude”, diz Aras sobre urnas

PGR descartou eventuais "turbulências" e disse que nome vencedor no pleito será empossado

Thamirys Andrade - 21/07/2022 16h58 | atualizado em 21/07/2022 17h46

Procurador-geral da República Augusto Aras Foto: Agência Senado/Pedro França

O procurador-geral da República, Augusto Aras, divulgou, nesta quinta-feira (21), um vídeo no qual ele defende o sistema eleitoral brasileiro e frisa a “necessidade” de “harmonia entre os Poderes”. No conteúdo, o PGR ainda descarta a possibilidade de “turbulências” nestas eleições, garantindo que quem sair vencedor será empossado, e que não haverá, no Brasil, um episódio semelhante ao ocorrido no Capitólio dos Estados Unidos, em janeiro de 2021.

– Diante dos últimos acontecimentos no país, o procurador-geral da República, Augusto Aras, recorda a necessidade de distanciamento, independência e harmonia entre os Poderes. As instituições existem para intermediar e conciliar os sagrados interesses do povo, reduzindo a complexidade das relações entre governantes e governados – diz o início do vídeo.

Na sequência, são exibidos trechos de uma entrevista que Aras concedeu a jornalistas estrangeiros no dia 11 de julho.

– Nós não aceitamos aqui alegação de fraude, porque nós temos o sucesso da urna eletrônica ao longo dos anos. Especialmente no que toca à lisura dos pleitos – declarou ele na ocasião.

Confira o vídeo completo a seguir:

Leia também1 Michel Temer afirma que Dilma Rousseff é "honestíssima"
2 Hamilton Mourão discursa sobre paz, mulheres e Haiti na ONU
3 Fachin dá 5 dias para Bolsonaro explicar reunião com diplomatas
4 YouTube mantém live de Jair Bolsonaro no ar e cita liberdade
5 Ciro: Lula e Bolsonaro "disputam quem é o mais corrupto"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.