Leia também:
X RJ: Incêndio destrói restaurante na Via Lagos

Na cadeia, Lula reclama de ausência de visitas íntimas

Sergio Moro estuda acabar com o benefício concedido aos presos

Ana Luiza Menezes - 25/11/2018 18h08 | atualizado em 26/11/2018 09h24

O ex-presidente Lula Foto: Folhapress/Ernesto Rodrigues

Um jornal carioca afirmou que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva tem reclamado da falta de visitas íntimas. Ele está preso há 8 meses na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná.

Esta teria sido alguma das reclamações dele desde que ficou detido. Porém, em uma entrevista concedida à revista Isto É, o ex-juiz federal, Sergio Moro, revelou que estuda acabar com o benefício das visitas íntimas.

– É uma possibilidade – declarou ele.

Moro foi o responsável pela sentença em primeira instância contra o ex-presidente. Agora exonerado do cargo, ele assumirá a função de ministro da Justiça durante o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Atualmente, a lei permite que uma mulher seja cadastrada para visitas íntimas a um preso. Mas se o plano de Moro entrar em vigor, além de Lula, muitos presidiários perderão o benefício.

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.