Leia também:
X Kassab: Lula pode “apanhar” por causa das consequências da PEC

MPF recorre para afastar o diretor-geral da PRF do cargo

Órgão quer o afastamento imediato de Silvinei Vasques

Henrique Gimenes - 25/11/2022 20h34 | atualizado em 28/11/2022 12h26

Silvinei Vasques, diretor-geral da PRF Foto: Governo Federal

Nesta sexta-feira (25), o Ministério Público Federal (MPF) acionou o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) para afastar imediatamente Silvinei Vasques do cargo de diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A medida ocorre após o juiz da 8ª vara federal do Rio de Janeiro, Jose Arthur Diniz Borges, tornar Silvinei Vasques réu por improbidade administrativa.

O MPF decidiu recorrer após Diniz Borges negar um pedido do órgão para afastar o diretor-geral da PRF do cargo por 90 dias. Em sua decisão, o magistrado disse preferir ouvir a manifestação do réu primeiro, que está de férias até o dia 6 de dezembro.

No entanto, o MPF apontou que o “diretor-geral não deixa de ser diretor-geral porque está em férias; não deixa de ter ascendência sobre seus comandados, especialmente numa organização policial fardada; não deixa de ter o poder de causar temor reverencial”.

O órgão disse ainda que é preciso ficar “atento, ainda, que no patamar tecnológico em que nos encontramos, as relações de poder desenvolvem-se não apenas nos espaços físicos de convivência, mas também, quiçá com mais vigor, nos ambientes digitais das redes sociais e privadas”.

Leia também1 Nova vacina contra a Covid-19 chega em dezembro, diz Governo
2 João Amoêdo deixa o Partido Novo: "Não me representa"
3 Nova Iorque terá que readmitir servidores não vacinados
4 Dólar sobe com espera por PEC e fala de Fernando Haddad
5 Bolsonaro viaja ao Rio de Janeiro para evento com militares

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.