Leia também:
X Após mais de 40 dias detido no DF, Wellington Macedo é solto

MP se manifesta ao TSE contra cassação da chapa de Bolsonaro

Parecer do Ministério Público Eleitoral aponta que "não existem elementos concretos sólidos" que indiquem irregularidades em 2018

Pleno.News - 15/10/2021 08h25 | atualizado em 15/10/2021 09h36

Presidente Jair Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão Foto: Isac Nóbrega/PR

Em manifestação enviada nesta quinta-feira (14) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Ministério Público Eleitoral (MPE) defendeu a rejeição das ações que pedem a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro e do seu vice, Hamilton Mourão (PRTB), pelo suposto impulsionamento ilegal de mensagens em massa via WhatsApp nas eleições de 2018.

O parecer do MPE é assinado pelo vice-procurador-geral Eleitoral, Paulo Gustavo Gonet Branco, para quem “não existem elementos concretos sólidos” que indiquem quaisquer irregularidades na campanha do atual presidente.

– Os elementos carreados aos autos não são suficientes para a procedência dos pedidos veiculados nas ações de investigação judicial eleitoral. Ainda que os autos tenham recebido novos elementos denotativos de conduta censurável, o que deles se colhe não autoriza a desconstituição dos mandatos eletivos dos representados – acrescenta o vice-procurador.

O parecer leva em consideração a decisão do próprio TSE que, em fevereiro, julgou improcedentes duas outras ações semelhantes movidas contra a chapa Bolsonaro-Mourão. Branco também aponta que os elementos colhidos nos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos ultrapassam os “limites objetivos” dos processos sob análise.

A chapa de Fernando Haddad (PT) acusa a campanha de Bolsonaro de abuso de poder econômico e de uso indevido dos meios de comunicação social. As ações tiveram como ponto de partida reportagens publicadas pela Folha de São Paulo que acusaram a campanha do atual presidente de suposta contratação de empresas de tecnologia para disparo em massa de notícias falsas.

*AE

Leia também1 Moraes manda periciar contas do PTB após denúncia de Eustáquio
2 Após mais de 40 dias detido no DF, Wellington Macedo é solto
3 Mudança na cobrança de ICMS é um "paliativo", diz Mourão
4 Após CPI, Prevent Senior passa a ser monitorada pela ANS
5 STF derruba lei que autoriza venda de inibidores de apetite

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.