Leia também:
X Ramos quer analisar pedidos de impeachment contra Bolsonaro

Mourão sobre fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões: “Eu vetaria”

Vice-presidente deu declarações nesta segunda-feira

Ana Luiza Menezes - 19/07/2021 18h45 | atualizado em 19/07/2021 18h49

Vice-presidente Hamilton Mourão Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

Nesta segunda-feira (19), o vice-presidente Hamilton Mourão disse que vetaria o aumento do fundo eleitoral, incluído na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022. Segundo ele, o valor está “exagerado” e poderia ser melhor empregado.

– Acho que tá exagerado. É um valor exagerado principalmente quando há pouco tivemos uma situação difícil no governo, fazer um recall de R$ 1 bilhão para que as obras não parassem. Então, você tem uma gordura de uns R$ 3 bilhões que poderiam ser melhor empregados – disse.

As declarações foram dadas em entrevista a jornalistas. Mourão defendeu ainda que, atualmente, “você usa muito a rede social”. As informações são do portal UOL.

– O modelo de propaganda eleitoral, de você se fazer conhecido perante a população mudou. E você busca o financiamento por meio do crowdfunding. Não está proibido o financiamento privado, ele tem valores limites.

O vice-presidente também disse que não sabe qual será a decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a respeito do aumento.

O texto do relator, deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA), aumentou o valor do Fundo Eleitoral de R$ 1,7 bilhão para R$ 5,7 bilhões.

Leia também1 Mendonça diz que responderá a críticas na sabatina do Senado
2 Irmão de Miranda diz que trocou de celular e não entrega prints
3 PSDB pode desistir de corrida presidencial por "terceira via"
4 Bolsonaro agradece orações e posta vídeo de crianças louvando “Porque Ele Vive”
5 Bolsonaro critica fundão de R$ 5,7 bilhões: "Agora cai pra mim"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.