Leia também:
X Homem inocente preso por mais de 18 anos receberá R$ 2 milhões

Mourão elogia atuação da Anvisa em negativa à vacina Sputnik V

Vice-presidente disse que agência reguladora "fez um trabalho técnico" e "bem avaliado" por especialistas

Paulo Moura - 28/04/2021 14h42 | atualizado em 28/04/2021 15h49

Hamilton Mourão Foto: PR/Alan Santos

Depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitar o pedido feito por estados para a importação da vacina Sputnik V, o vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta quarta-feira (28) que a agência reguladora “fez um trabalho técnico” e “bem avaliado” por especialistas.

Segundo ele, cabe agora ao Instituto Gamaleya, que produz o imunizante russo, apresentar os dados necessários cobrados pela Anvisa.

– A Anvisa fez um trabalho técnico e muito bem avaliado pelos cientistas que não pertencem à agência. Então, é muito claro que compete ao Instituto Gamaleya, da Rússia, apresentar toda a documentação, a metodologia que foi utilizada na testagem para que a gente consiga aprovar essa vacina – afirmou Mourão nesta manhã na chegada à vice-presidência.

Mourão também minimizou especulações de que a determinação da Anvisa tenha sido uma decisão política. Isso porque os responsáveis pela Sputnik V indicaram, na página oficial da vacina no Twitter, que a decisão da agência regulatória brasileira pode ter sofrido influência dos Estados Unidos, rival político da Rússia. Essa hipótese é rechaçada pela Anvisa.

*Estadão

Leia também1 Homem inocente preso por mais de 18 anos receberá R$ 2 milhões
2 STF 'manda' o governo federal realizar o Censo demográfico
3 Covid: Idoso morre em casa após "dar" leito a paciente mais novo
4 SP prevê 11 anos para recuperar aprendizagem em Matemática
5 Meme de garota em incêndio é vendido por R$ 2,6 milhões

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.